OBRIGADA, SENHORAS E SENHORES

July 23, 2015

Os valores de uma organização estão além dos produtos e serviços que oferecem. Encontram-se nas atitudes e nas relações que se estabelecem entre as pessoas. Tratamento cordial, respeito mútuo, preocupações com o bem estar de quem faz o dia-a-dia acontecer, merecem atenção especial de quem está no comando.

Dar poder a alguns poucos escolhidos e não dar ouvido aos demais, pode fazer com que os colaboradores se sintam sem voz, principalmente se não forem convidados a pensar em melhorias de sistemas, processos e funções. Há aqueles que não querem se envolver com nada mais do que a tarefa. Talvez esses tenham passagem curta pela empresa. Talvez permaneçam sem ambição de se desenvolverem ao longo de suas carreiras. Mas o estímulo deve existir para todos.

Momentos de reflexão com a equipe através de reuniões programadas regularmente, facilitam o “ensaio” do que se quer apresentar ao cliente, ainda que, em alguns segmentos, o espetáculo não pare de acontecer. Dedicar tempo para revisar conceitos, reinventar práticas e criar novas formas de atuação, evoca visibilidade e autoconhecimento. A revista HBR - edição de outubro 2014, afirma que é por isso que os músicos tocam diante de uma plateia, mas praticam sem público, pois eles precisam de privacidade para improvisar e fazer novas descobertas. O tempo para pensar precisa ser criado em meio às atividades que consomem a rotina de trabalho, ou seja, é necessário interromper o viés de conduta que se está acostumado seguir.

Além de parar para pensar, é preciso comemorar e agradecer. A época do ano pede. São confraternizações, presentes, amigo-secreto. Ações que, de praxe, fazem parte da programação anual. Através de ideias inovadoras ou não, esse é o momento de “devolver” a quem se entrega ao trabalho, o reconhecimento pelo seu esforço e dedicação. Mas além do que acontece em momentos pontuais, que tem data marcada, existem outras formas de encantar seu cliente interno.

Esse final de semana eu fui surpreendida por uma mensagem de agradecimento quinze minutos antes do encerramento das atividades de uma loja de grande porte, que dizia:

- “Boa noite! Dentro de quinze minutos estaremos encerrando mais um dia de trabalho. Agradecemos aos nossos clientes e aos nossos colaboradores por terem estado conosco nesse dia e desejamos a todos uma boa noite”.

Aquela mensagem soou tão bem aos meus ouvidos, demonstrando respeito e consideração com o próximo, me fazendo pensar que, ações simples como essa, podem tornar uma equipe mais comprometida. Agradecer, agradecer e agradecer. Por que não tornar isso um hábito na sua empresa?

Muitas pessoas transformam o que fazem em obrigação e aí a infelicidade acontece. Shinyashiki, em seu livro Louco por Viver (2013), afirma que é preciso possibilitar ao colaborador que coloque seu coração e sua alma no que faz, permitindo que ele pule da cama e se jogue nas surpresas da vida para um novo dia de trabalho. Um sorriso sincero, um bilhetinho sobre a mesa, uma mensagem no sistema de som da empresa. Seja lá o que for, o objetivo é encantar quem faz o seu negócio acontecer. O importante não é o que você faz, mas como faz! Obrigada!

 

 

 

 

Please reload

Recent Posts

January 7, 2019

November 6, 2018

October 30, 2018

October 17, 2018

Please reload