O MERECIDO DESCANSO

July 23, 2015

Enfim, férias! Momento esperado e aguardado por todos. Como é bom poder desfrutar de um ritmo diferente do que estamos acostumados a viver. Sair da rotina, acordar em outro horário, livra-se dos compromissos sem fim. Ainda que pareça indiscutível o prazer proporcionado pelo curto período de desligamento do trabalho, há quem diga que “fazer nada” não é tão fácil assim.

Talvez, a melhor forma de falar disso seja entender o que significa a palavra ócio. Ócio é um tempo livre, um tempo vago para não fazer absolutamente nada, apenas para relaxar, vivenciar um “momento de preguiça”. É também conhecido como um estado de inércia física ou intelectual, muitas vezes necessário, para aqueles que trabalham muito.

Mas como viver isso sem culpa? De que forma é possível desprender-se temporariamente do que nos toma boa parcela das horas produtivas dos nossos dias? Aprender a “fazer nada” talvez seja a solução.

Não é raro ouvir o relato das pessoas ao retornar do período de férias que afirmam não ter descansado ou não conseguido deixar o celular de lado nem mesmo um instante. Esse é um dos problemas. O escritório acompanha os profissionais onde quer que estejam. Seja na beira da praia, no conforto de uma rede ou no campo. Responder e-mails, olhar todas as mensagens a cada minuto pode trazer a sensação de que, o que era para ser um momento feliz de relaxamento, passa a ser substituído por um sentimento de angústia e desconforto.

Será que está tudo bem? Será que as coisas estão transcorrendo normalmente? E os clientes? E os fornecedores? E as contas a pagar? E a receber? É possível que tudo funcione ainda que alguém possa, por apenas alguns dias se ausentar. Um das formas de possibilitar que isso ocorra pode demandar certo planejamento. Organizar-se de forma que as tarefas sejam delegadas e que as pessoas possam garantir o bom andamento do trabalho ajuda a ter maior confiança de que, senão tudo, a maior parte dos processos possam transcorrer normalmente.

Preparar a equipe, discutir as possibilidades de prevenir-se em relação aos imprevistos e utilizar os acontecimentos do passado como forma de aprendizado, pode fazer a diferença. É por isso que hoje muito se fala da importância de preparar “o segundo”, de ter um “braço direito” que responda pelo que for possível, na ausência do líder. Contudo, isso deve ser vislumbrado no decorrer dos dias do ano e não somente na semana que antecede as férias. Quanto antes, melhor. As pessoas que ficam se sentem mais preparadas e quem sai de férias, mais tranquilo.

Descansar, ainda que uma vez por ano, deve fazer parte da rotina de quem trabalha. As férias são necessárias não somente para garantir a manutenção da saúde física e emocional da pessoa, mas também para garantir melhor produtividade nos próximos meses que se seguem.

Acredite! É possível orgulhar-se de ser capaz de se permitir curtir e aproveitar o merecido descanso. Experimente! Você pode se surpreender!

 

 

Please reload

Recent Posts

January 7, 2019

November 6, 2018

October 30, 2018

October 17, 2018

Please reload